Foto: Alexei Joseph

Quem é Fábio Barros?

Político, professor, biólogo e ambientalista com especialização em Oceanografia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Fábio Barros e Silva é natural da cidade do Recife, onde viveu até os 8 anos de idade. De origem humilde, Fábio e sua família partem da capital pernambucana em 1980 para viver no município de Paulista/PE, cidade na qual haveriam de se estabelecer definitivamente.

Após 40 anos de sua chegada em Paulista, Fábio traz consigo uma relação de profundo espírito comunitário e cumplicidade com a cidade. Este sentimento é facilmente enxergado através de suas ações ao longo das últimas décadas, exercendo um importante papel de liderança popular, na luta por direitos e pela melhoria da qualidade de vida do povo.


Um cidadão a serviço de Paulista/PE

O ingresso de Fábio na política se deu através do seu grande espírito comunitário, sempre dedicado em trabalhar em favor da coletividade. Foi por intermédio deste senso de compromisso singular que, em 2001, recebeu o seu primeiro voto de confiança da população, sendo eleito Conselheiro Tutelar Municipal.

Desde então, a população do Paulista tem escolhido Fábio, continuamente, como um de seus representantes. Após cumprir seu mandato no Conselho Tutelar, foi eleito vereador da cidade em 2008 e teve seu mandato reafirmado pelo povo por mais duas vezes, sendo reeleito em 2012 e 2016. Como vereador, presidiu o Legislativo Municipal no biênio 2017/2018 e foi o escolhido para assumir, uma vez mais, a presidência da Câmara de Vereadores no biênio 2019/2020.

O sucesso de seus mandatos enquanto vereador e o reconhecimento pela sua qualificação técnica e compromisso popular levaram Fábio a assumir, em 2013, a Secretaria do Meio-Ambiente da cidade do Paulista, cargo que ocupou por 18 meses. Sua gestão à frente da pasta, até então inexistente no município, ainda hoje é lembrada positivamente, devido aos avanços inéditos que promoveu neste período, em prol da causa ambiental, transformando a Secretaria em uma unidade municipal de licenciamento, monitoramento e fiscalização ambiental.

Para além da esfera municipal, Fábio também tem atuado em toda a região metropolitana do Recife através do Parlamento Metropolitano, entidade na qual exerceu inicialmente o cargo de Secretário Geral e hoje ocupa a presidência.

Entre suas principais bandeiras de luta estão a defesa do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável, o transporte público de qualidade, a mobilidade urbana, o combate à violência, o atendimento humanizado na saúde pública, a luta pelo abastecimento de água e uma educação de qualidade na primeira infância em tempo integral.

Foto: Alexei Joseph

Fabio Barros um homem dedicado à família

Filho de uma dona de casa e um eletricitário, Fábio Barros é o segundo de quatro irmãos. Nascido na cidade do Recife, viveu com sua família no bairro do Tejipió até os os 8 anos de idade. Esta época, reduto de suas primeiras recordações, também foi a fase na qual vivenciou uma das experiências mais traumáticas de toda sua vida.

Aos 5 anos, em companhia do seu irmão mais velho, Aldo, Fábio presenciou o soterramento de três crianças, após um desabamento no Instituto Santa Teresinha, escola onde estudava.

Após este período inicial de sua vida, Fábio se muda com sua família para a cidade de Paulista, no bairro litorâneo do Janga, onde reside até os dias atuais. A mudança para o litoral representou para Fábio a realização de um sonho.

Ainda que de natureza humilde, a educação sempre foi uma prioridade para a sua família. Ao passo que seu Amaro Barros e Silva, pai de Fábio, trabalhava incansavelmente para suprir as necessidades da família, mesmo sem ter concluído o Ensino Fundamental, sua mãe, dona Maria Acidalia e Silva, dedicava o empenho de uma vida à criação dos filhos.

Ambos tinham na educação, o eixo central de seus esforços, no intuito de promover um futuro digno para os filhos.

Foi através deste compromisso com a educação por parte de seus pais, que Fábio estudou durante a adolescência no tradicional colégio Virgem Imaculada, sendo transferido nos anos finais do ensino secundarista para o colégio Objetivo, em Olinda/PE, até prestar o seu primeiro vestibular, em 1990.

Suas primeiras concepções no âmbito da política também começam a tomar forma durante a adolescência. A Ditadura Militar está em sua fase de declínio e a luta pela redemocratização do país o leva a atribuir para si como principal referência de luta o seu avô, um portuário e ativista de esquerda, vítima da opressão imposta a partir do golpe militar de 1964.

É a partir deste período que Fábio passa, gradualmente, a consolidar a formação política que o definiria anos mais tarde.

Hoje, Fábio tem 48 anos. É pai dedicado de três filhas, a Fabiana de 22 anos, a Maysa de 13 anos e a Tarsila de 8 anos.

I Simpósio Estadual de Incentivo à Adoção de Crianças e Adolescentes em 2016

Um acadêmico em favor da comunidade

Desde muito cedo, Fábio sempre cultivou um profundo interesse pelas ciências da natureza. Diante disso, após a conclusão dos estudos secundaristas, decidiu prestar vestibular para Ciência e Biologia pela FUNESO, onde foi aprovado e ingressou no ano de 1995.

A despeito das dificuldades financeiras, Fábio dedicou-se aos seus estudos amparado pela expectativa de tornar-se um grande professor. Com forte influência da pedagogia de Paulo Freire, acreditava que somente através da educação seria possível transformar o mundo em um lugar mais justo.

Em sua formação inicial de ensino superior, Fábio participou de uma série de estudos vinculados à sua área. Através destes grupos, aprofundou-se no conhecimento sobre a fauna marinha e as relações com o ambiente bentônico.

Também foi através do grupo de estudos que Fábio pôde correlacionar seus conhecimentos específicos adquiridos com a prática social, realizando pesquisas importantes sobre a relação dos moradores da comunidade do Tururu com as infecções causadas pelo bicho de pé (tungas penetrans). Ainda que de forma embrionária, esta ação já evidenciava a natureza de Fábio em aplicar seus conhecimentos para o bem-estar da população.

Assim, mesmo sofrendo todas as dificuldades inerentes aos jovens que se dedicam ao árduo esforço de concluir o Ensino Superior, especialmente em uma época em que o acesso ao ensino superior era pouco democratizado, Fábio consegue concluir a sua graduação quatro anos após o seu ingresso, em 1998.

Convicto de que a educação seria, de fato, o melhor caminho para transformação de realidades e fortemente inspirado pela atuação de seu professor de zoologia, o biólogo Múcio Banja, Fábio dá continuidade à sua jornada acadêmica, iniciando sua primeira especialização.

Desta vez o curso escolhido foi Oceanografia, pela Universidade Federal de Pernambuco. A motivação que definiu a escolha do curso surgiu após Fábio perceber que havia uma profunda subutilização e desvalorização da costa marítima de sua cidade, Paulista, que carecia de um olhar mais dedicado, técnico e propositivo.

Sua especialização em Oceanografia evidencia um perfil de Fábio que haveria de se perpetuar dali por diante, como um cidadão focado em buscar soluções para os problemas sociais, tentando consolidar a relação entre o papel de sua formação e o impacto real de seu conhecimento na sua vida pessoal e na melhoria das condições da sociedade ao seu redor.

Sensibilizado pela experiência de ter sido Conselheiro Tutelar, Fábio iniciou sua segunda especialização, agora em Prevenção à Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes pela Universidade de São Paulo (USP). O estudo, agora situado no campo das políticas públicas e da defesa dos Direitos Humanos, corresponde ao amadurecimento de Fábio na concepção de seu papel enquanto educador propositivo e colaborador no combate dos graves problemas sociais.

Assim Fábio concluiria sua trajetória acadêmica, determinado a trazer para a sua comunidade o conhecimento obtido através de muito esforço e dedicação. Determinado a se tornar um verdadeiro agente de transformação social.

Arquivo pessoal 2017

De criança ao professor

A infância e adolescência de Fábio é marcada por uma experiência singular de alguns de seus parentes que trabalhavam em ambiente de feira, como comerciantes. Através desta experiência, Fábio aprendeu a lidar com as pessoas e descobriu na feira um rico espaço de socialização, que necessitava de maiores cuidados.

Este aprendizado foi um catalisador motivacional, impulsionando Fábio a buscar alternativas de combate às desigualdades sociais. Posteriormente (ainda inserido no setor comercial), trabalhou como Supervisor de Vendas na SulAmérica Saúde. Neste cargo adquiriu experiência e acumulou conhecimentos em liderança, motivação, agilidade e trabalho em equipe.

Outra grande influência na construção de Fábio foi o seu Caetano Lourenço dos Santos, seu avô, homem humilde, que sempre viveu de forma simples mas com a concepção de que o trabalho é algo que dignifica o ser humano. Trabalhador portuário, o avô de Fábio se viu destituído do direito de trabalhar após demissão imposta pelo regime militar, que o acusou de comunista.

Sem emprego mas sempre dedicado em educar e cuidar dos seus, Lourenço passou a trabalhar no comércio. Durante toda sua vida, Lourenço nunca deixou faltar nada a sua família.

Anos mais tarde, com o diploma da graduação em mãos, e apaixonado por sua área de formação, Fábio foi convidado, em 2004, para ser professor no Senac dos municípios de Abreu e Lima, Paulista e Recife. Lecionou durante 4 anos para a área da saúde, trazendo inspiração aos alunos que, todos os dias, marcavam presença em sua sala de aula.

A sua contribuição neste trabalho lhe permitiu aperfeiçoar e desenvolver habilidades como liderança, comunicação, empatia, trabalho em equipe e planejamento.

Ainda no campo da saúde, agora na defesa por uma saúde de qualidade, foi convidado a entrar no Núcleo de Saúde Pública da UFPE (NUSP). No núcleo, desenvolveu atividades científicas, possibilitando a criação de diversos projetos, como práticas de prevenção à violência contra crianças e adolescentes, Protocolos de diagnósticos para identificação de vítimas em unidades de alta complexidade, construção da ficha de notificação compulsória das violências, instrumento utilizado por todos os profissionais da área da saúde do Brasil, na notificação de vítimas em unidades de saúde, dentre outros.

Através dessas iniciativas aplicadas sob a forma de projetos de vital importância para a sociedade, o NUSP recebeu um prêmio de menção honrosa.

Câmara de Vereadores do Paulista/PE em 2018

Fábio Barros: um verdadeiro representante do povo

A carreira pública de Fábio Barros teve início através de uma enérgica defesa pelos direitos das crianças e adolescentes do município de Paulista. Em decorrência de sua qualificação na área e apoiado no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), Fábio acabou sendo eleito Conselheiro Tutelar Municipal entre os anos de 2001 à 2004.

Em 2008 foi eleito vereador de Paulista pela primeira vez, pelo Partido dos Trabalhadores (PT). Suas propostas envolviam a preservação do Meio Ambiente, os direitos da criança e do adolescente e a defesa dos Direitos Humanos. Com este conjunto de ideais, Fábio teve seu mandato referendado pelo povo por mais duas vezes, sendo reeleito nos anos de 2012 (PT) e 2016 (PSB). Ao longo de sua trajetória nestes mandatos eletivos, o desenvolvimento sustentável passou a ser o eixo central de sua luta.

Em 2010, ainda filiado ao PT, Fábio foi eleito Secretário Geral do Partido dos Trabalhadores em Pernambuco. Por 18 meses, nos anos de 2013 e 2014, assumiu também a Secretária do Meio Ambiente da Cidade do Paulista, incorporando, no decorrer da gestão, a Secretaria do Desenvolvimento Urbano às suas atribuições.

Após a sua saída do PT, Fábio filiou-se ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), onde acabou por assumir a Vice-Presidência Municipal, de 2016 à 2019. O término de suas ações no Poder Executivo e o retorno de suas atividades com foco prioritário no Poder Legislativo, se deu por razões de caráter pessoal.

Fábio Barros também foi Secretário Geral do Parlamento Metropolitano entre os anos de 2010 à 2012 e Presidente do mesmo parlamento de 2017 a 2020. Presidiu a Câmara de vereadores nos biênios de 2017-2018 e 2019-2020. Candidatou-se uma vez para Deputado Estadual em 2010, pelo PT, recebendo no total 9.000 votos. Em 2018 foi candidato a Deputado Federal, agora pelo PSB, e recebeu 12.000 votos.

Ao longo de sua carreira pública, Fábio participou de eventos importantes a nível internacional. Como Secretário do Meio Ambiente de Paulista, esteve presente no maior Congresso de Saneamento e na Feira Internacional de Gestão da Água, Esgoto, Lixo e Resíduos, na cidade de Munique (Alemanha).

Como Secretário Geral do Parlamento Metropolitano, participou do Congresso Internacional sobre Erosão Costeira na cidade de Ovar, visitando também as universidades de Algarve, Porto e Coimbra em Portugal. Ainda no mesmo cargo, compareceu a outros eventos relevantes, como a Rio+20 e o Encontro Nacional de Catadores, realizado em São Paulo, além de participar de diversas audiências públicas que abordaram temas como os riscos de instalação dos incineradores de resíduo hospitalar e a destinação final de resíduos sólidos e aterro sanitário metropolitano.

A experiência acumulada por intermédio de sua formação e de sua presença em importantes debates a nível global, foi fundamental na preparação de Fábio para os desafios que haveria de enfrentar como representante eleito de seu município. Seus mandatos, no legislativo e sua passagem no executivo, enquanto secretário, foram permeados de ações concretas em prol do povo.

Dentre elas, podemos destacar algumas de grande relevância como a idealização da Secretaria de Meio-Ambiente do Município; a Lei do Empreendedorismo de estímulo à produção de renda local; a Lei da Publicidade Infantil, proibindo a veiculação de propagandas comerciais voltadas para o público infantil nas escolas do município e a criação do Programa de Prevenção e Combate à violência nas escolas. Fábio também foi o responsável pela proposição de uma série de leis de proteção ambiental, programas de compromisso com a mobilidade urbana, entre outras.Tais ações só foram possíveis devido à sua capacidade de absorver conhecimentos, potencializar habilidades e aplicar este conjunto para o benefício de todos.

Esta prática é uma marca definidora de Fábio, presente em toda a sua jornada de absoluto comprometimento com o outro e, em especial, com o município que lhe acolheu desde muito cedo.

Em 2020, Fábio Barros é o Presidente Municipal do Partido Democrático Trabalhista (PDT), presidente da Câmara de Vereadores da cidade e candidato a prefeito de Paulista.