Auxílio Emergencial: Entenda Como Vai Funcionar

Auxílio Emergencial: Entenda como vai funcionar
Última atualização:

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira, 7 de Abril, a disponibilização do aplicativo Caixa Auxilio Emergencial (disponível para Android e IOS gratuitamente), para o pagamento do auxílio emergencial do Governo Federal que dará de R$ 600 a R$ 1.200 a famílias que estão em vulnerabilidade social, e que enfrentam dificuldades devido a pandemia no novo coronavírus, além de garantir renda para os profissionais liberais, autônomos, microempreendedores individuais e afins.O coronavoucher como foi apelidado pelos internautas, terá a duração de 3 meses mas poderá ser prorrogado de acordo com pandemia do Covid-19. Agora, vamos entender nos detalhes como tudo vai funcionar?

Quem tem direito?
Tem direito os cidadãos maiores de 18 anos, trabalhadores sem carteira assinada, autônomos, Microempreendedores individuais (MEI), desempregados com mais de 18 anos que se enquadram nos critérios do CadÚnico (Cadastro Único), e os contribuintes individuais da previdência.

Quanto será pago?
Será pago a cada pessoa que tiver direito três parcelas de R$ 600. Cada família pode acumular, no máximo, dois benefícios, ou seja, R$ 1.200. A mulher que sustenta o lar sozinha receberá automaticamente R$ 1.200.

Onde se cadastrar?
Os cidadãos que têm direito devem se cadastrar no aplicativo “Caixa Auxilio Emergencial”, disponível gratuitamente para sistemas Android e IOS, ou pelo site “https://auxilio.caixa.gov.br/”. Além disso está disponível o número 111 para a população tirar dúvidas. Lembra-se que só precisa se cadastrar no site ou app, aquele não estão inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico), e que não pagam contribuição para o INSS.

Como receber?
O auxílio será pago em uma conta do tipo Poupança Social Digital, aberta automaticamente em nome dos beneficiários que não tiverem uma conta, pelos bancos públicos federais. Os bancos que serão responsáveis pelo pagamento é o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste e Banco da Amazônia. Aqueles que não tem conta irão receber em conta digital. Para saques, os beneficiários poderão se dirigir a lotéricas, agências da Caixa, do Banco do Brasil, Banco da Amazônia e Banco do Nordeste.

Quando receber?

Primeira Parcela

9 de abril – Quem possui conta poupança na Caixa Econômica Federal e conta corrente no Banco do Brasil, Inscritos no Bolsa Família e no CadÚnico;
14 de abril – Informais, MEI e Intermitentes
Beneficiários do Bolsa Família, receberão, em abril, de acordo com o calendário de recebimento, cujo qual já estão acostumados

Segunda Parcela

27 de abril – nascidos em janeiro, fevereiro e março;
28 de abril – nascidos em abril, maio e junho;
29 de abril – nascidos em julho, agosto e setembro;
30 de abril – nascidos em outubro, novembro e dezembro.
Beneficiários do Bolsa Família, receberão, em maio, de acordo com o calendário de recebimento, cujo qual já estão acostumados

Terceira Parcela

26 de maio – nascidos em janeiro, fevereiro e março;
27 de maio – nascidos em abril, maio e junho;
28 de maio – nascidos em julho, agosto e setembro;
29 de maio – nascidos em outubro, novembro e dezembro.
Beneficiários do Bolsa Família, receberão, em junho, de acordo com o calendário de recebimento, cujo qual já estão acostumados.

Para mais informações, a Caixa Econômica Federal disponibilizou o número 111 para tirar dúvidas em relação ao auxílio.