Fábio Barros participa do 1º Encontro Nacional de Parlamentares e Políticos Espíritas

Última atualização:

O 1º Encontro Nacional de Parlamentares e Políticos Espíritas aconteceu neste sábado (31/03), no salão nobre da câmara de vereadores de São Paulo. O evento, promovido pelo palestrante espírita Alamar Régis, reuniu representantes de diversos estados, que trocaram experiências e destacaram os desafios que ainda precisam ser enfrentados nas casas espíritas. O vereador da cidade do Paulista, Fábio Barros, participou do evento ao lado dos vereadores Quito Formiga (São Paulo) e Estevão Camolesi (São Bernardo do Campo). Também esteve presente o ex-deputado federal e candidato ao governo da Bahia, Luiz Bassuma.

O encontro, que não teve conotação partidária, contou com a participação de representantes de diversos estados, entre eles, Bahia, Pernambuco e São Paulo, que debateram sobre a relação da política com o Espiritismo. “Este momento é muito importante e deve ir além das eleições 2012. Vamos fazer deste primeiro evento, um encontro permanente, anual, e que também deve acontecer de forma regional”, disse o vereador pernambucano Fábio Barros. O objetivo do encontro foi esclarecer que ainda é possível fazer uma política limpa e justa e que, os espíritas precisam estar engajados nesse âmbito, que contribui bastante para a transformação planetária. Nas casas espíritas ainda são feitas muitas críticas quando o tema da política é trazido para dentro da instituição.

O discurso do vereador pernambucano Fábio Barros foi baseado no livro “Uma lição de ética”, de Osman Neves. Além de relatar o cenário político da nossa região, Fábio Barros também destacou a importância dos trabalhos da mocidade dentro da Casa Espírita. Os desafios que ainda precisam ser enfrentados para incentivar ainda mais a participação dos jovens também foram destacados. O palestrante espírita também retratou as dificuldades das instituições espíritas do interior de Pernambuco, e lembrou que, atualmente, existem ações realizadas pela Federação Espírita Pernambucana para modificar esse cenário.