Merenda escolar é distribuída em forma de cesta básica em Paulista/PE

Merenda escolar é distribuída em forma de cesta básica em Paulista/PE
Última atualização:

A Secretaria de Educação da Prefeitura de Paulista/PE, iniciou nesta quinta-feira dia 02 de abril 2020, a entrega da merenda escolar do município em forma de cesta básica para os 15 mil alunos matriculados na rede municipal de ensino.

Estudantes de Creches, turmas regulares e da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) estão sendo beneficiados pela iniciativa que visa garantir as refeições dos estudantes durante a pandemia do novo Coronavírus.

As cestas básicas foram divididas em três kit’s, são eles: Kit 1 para famílias com 1 ou 2 alunos matriculados; kit 2 para as famílias com 3 ou quatro filhos; e o kit 3 para famílias com 5 ou mais filhos matriculados em creches e escolas do município de Paulista/PE.

A cesta básica irá suprir a alimentação das famílias durante 30 dias, e foi entregue nas próprias instituições de ensino de acordo com o cronograma de distribuição das cestas básicas da Secretaria de Educação. Na quinta-feira (02), foram distribuídos nas escolas que pertencem a rota 1A, tais como, a Escola Abelardo Sales de Siqueira, Comendador Arthur Lundgren; Manoel Alves de Moraes Navarro; Marília Russel Pinho Alves; Mata do Ronca e São Bento.

Já as escolas da rota 1B, receberam na sexta-feira (03), as escolas que compõem esse grupo são: Centro de Educação Nilo Pereira; Creche Tio Manoel Vieira; Amaro Alexandrino; Frederico Lundgren; Maria Luzia Pessoa de Andrade; Alga Marina e Professora Rubenita de Lima Cavalcanti. As escolas restantes deverão seguir o próximo calendário de distribuição da Secretaria de Educação de Paulista/PE.

Os pais foram buscar os kit’s nos turnos que os estudantes estão matriculados, e nos horários estabelecidos pela gestão escolar. No momento da entrega, foi necessário apresentar o documento oficial com foto (RG), para ser liberado a cesta básica para a família.

A Secretaria de Educação ainda orientou que não foi necessário os pais levarem os filhos para os locais de entrega, e que no momento da distribuição foi formada uma fila respeitando o limite de distância para cada pessoa, sob orientação dos órgãos de saúde, devido a pandemia do novo Coronavírus.