Em filas enormes, idosos reclamam da vacinação contra gripe em Paulista/PE

Última atualização:

“É uma humilhação o que estamos passando. Parece que estamos mendigando a vacina contra a gripe que é um direito nosso. Um sol quente danado, uma multidão e quase ninguém para vacinar. Não tem dinheiro? E não teve mais de um milhão de reais para pagar o show de Anitta? Ou prefeito acha que a gente esqueceu?” A indignação de dona Maria da Conceição, de 69 anos, reforça a insatisfação dos cerca de mil idosos que procuraram, nesta quinta-feira (8), a equipe volante da secretaria municipal de Saúde, na Praça das Quatro Torres, no Janga, para garantir a imunização contra o H1N1. Nessa etapa, a vacinação é destinada para os idosos acima de 60 anos e os profissionais de saúde, públicos-alvo da campanha.

O mesmo descontentamento com a campanha de vacinação itinerante realizada pela prefeitura foi visto em todos os bairros onde a ação foi realizada. O número insuficiente de profissionais para a vacinação (apenas três por equipe) resultou em longas filas e, por falta da vacina, muitos não foram imunizados. Outro problema foi o pouco tempo de trabalho das equipes em cada comunidade. A prefeitura estipulou apenas um dia e duas horas para vacinação. Em algumas localidades de 9h às 11h e, em outras, de 14h às 16h.
Sem vacinar uma única pessoa por mais de dez dias, mais uma vez ,a gestão municipal não teve o cuidado necessário no atendimento às pessoas, principalmente, os idosos. Muitos ficaram sem a vacinação e não se tem informação de quando a imunização será realizada outra vez.

“Mais uma vez a prefeitura mostra a falta de planejamento e compromisso com a população e olha que estamos falando de pessoas idosas, na sua maioria. Foi desumano o que aconteceu em nossa cidade. Idosos tendo que enfrentar longas filas, muitos no sol, e nem água tinha para beber. A prefeitura deveria ter contratado mais profissinais de saúde. Pelo menos uns 10 por equipe para aplicar a vacina. Um absurdo! E o pior é que muita gente não conseguiu nem se vacinar. Antes de começar a campanha de vacinação, tivemos o cuidado de propor várias ações para garantir um mínimo de conforto e segurança à população por conta do coronavírus. Entre elas, a vacinação por drive thru, em que não é preciso sair do carro para receber a dose da vacina, inclusive, podendo acontecer em vários pontos da cidade, como shopping, orla e Parque das Paineiras” disse o presidente da Câmara de Vereadores do Paulista, Fábio Barros, reafirmando que está cobrando da secretaria municipal de Saúde uma outra postura para que esse absurdo não volte a acontecer.

Fábio aproveitou para falar da importância da vacinação contra a H1N1. “É muito importante a vacinação porque auxilia no diagnóstico rápido e preciso contra o coronavírus. Como os sintomas das duas doenças são semelhantes, se o paciente com suspeitas chegar ao pronto-atendimento e tiver se vacinado contra gripe, médicos e enfermeiros poderão descartar a hipótese da doença e se concentrar na possibilidade de se tratar da Covid-19. Outra coisa, quanto menos pessoas ficarem gripadas, muito melhor. Isso serve também para evitar uma grande procura por atendimento nas unidades de saúde, que precisam priorizar o atendimento às pessoas com suspeita de terem contraído o coronavírus”, concluiu.