Doação de sangue deve ser mantida mesmo em meio à pandemia

Última atualização:

A importância da doação de sangue é lembrada neste domingo (14) em todo o mundo. Mesmo em meio a uma grave crise sanitária global, provocada pelo coronavírus, os órgãos de saúde reforçam a necessidade de manter o funcionamento de centros de coleta e estimular a adesão de novos doadores.

A data tem um motivo ainda mais urgente para ser evidenciada este ano, as profundas baixas nos bancos de sangue em vários lugares do país, inclusive em Pernambuco. Em razão da pandemia, doadores têm tido receio de serem expostos ao vírus durante as coletas, que geralmente ocorrem em ambientes hospitalares.

A Fundação Hemope, órgão vinculado à Secretaria de Saúde do Governo do Estado de Pernambuco e que atende à demanda de coleta e tratamento do sangue no estado, teve o estoque de sangue reduzido à metade durante a pandemia.

O cenário preocupa já que todos os dias pacientes de cirurgias de urgência, pacientes oncológicos e portadores de doenças crônicas necessitam da reposição de sangue. Em muitos casos de acidentes com automóveis, a transfusão de sangue também pode ser necessária para salvar vidas.

Coronavírus e doação de sangue

Por esse motivo, muitos hospitais e postos especializados, como é o caso da organização, têm emitido comunicados e realizado campanhas a fim de esclarecer as principais dúvidas a respeito da Covid-19 e estimular a doação.

Segundo o Hemope, até o momento não foi confirmado qualquer relação de contaminação do vírus por meio do sangue. No entanto, pessoas que apresentaram ou ainda apresentam sintomas da doença devem aguardar o prazo de 30 dias após o fim das manifestações para doar, em razão da possibilidade de transmissão pelas vias já conhecidas.

Profissionais que atuam na linha de frente no tratamento da doença, como enfermeiros e médicos, ainda podem ser voluntários na doação, desde que não apresentem suspeitas de contaminação. É importante também que tenham seguido adequadamente as normas de saúde e segurança no desempenho das atividades.

Para o funcionamento seguro das coletas, o hemocentro também passou a adotar as medidas de higiene e distanciamento recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O agendamento prévio, por meio do telefone 0800-081-1535, tem sido solicitado a fim de evitar aglomerações. Além disso, dentro das instalações, as pessoas são mantidas distante umas das outras na sala de espera, onde também é possibilitada a higienização adequada.

Como doar sangue?

Os requisitos principais para a doação são: ter entre 16 e 60 anos, pesar mais de 50 quilos, estar alimentado e portar um documento oficial com foto. Para quem já foi voluntário, é necessário respeitar o intervalo mínimo entre as doações, três meses para homens e quatro para as mulheres.

Cidadãos de Paulista/PE que se enquadrem dentro dos critérios e que queiram ser voluntários na doação de sangue, devem agendar o procedimento e se dirigir a unidade da cidade do Recife/PE (R. Joaquim Nabuco, 171 – Graças), no dia e horário marcados.