Situação de abandono na manutenção da quadra esportiva da Mirueira

Última atualização:

A quadra D, como é conhecida a quadra esportiva pública do bairro da Mirueira em Paulista/PE, localizada em frente ao terminal de ônibus, enfrenta graves problemas estruturais. Chão irregular, falta de grades e telas de proteção, equipamentos enferrujados e fiação próxima, são algumas das questões facilmente observadas. Sete anos e seis meses da atual gestão, nenhuma ação de manutenção foi feita no local.

Preocupado com a situação dos espaços de lazer da cidade, o pré-candidato a prefeito de Paulista Fábio Barros visitou a quadra na última quarta-feira (8). “Esses ambientes são fundamentais para a convivência na cidade. A falta de estrutura que a gente observa, não só aqui, mas em vários lugares em Paulista, são problemas graves”, disse Fábio.

Para entender melhor os principais pontos de reivindicação das pessoas que utilizam a quadra, Fábio esteve acompanhado do pré-candidato a vereador Léo de Mirueira, morador do bairro. Os depoimentos trazidos por Léo explicam a importância do espaço para a comunidade.

“Aqui é um ponto de lazer de Mirueira voltado para todas as idades. Crianças brincam, jovens e adultos praticam esportes e os idosos também fazem caminhada ou se exercitam. Esse é um equipamento muito importante para toda a comunidade, o que a gente precisa é de uma boa estrutura para que funcione da forma que deveria”, disse Léo.

Quadra sem manutenção: descaso da prefeitura

Segundo o pré-candidato a vereador, as questões já foram levadas para a atual gestão repetidas vezes ao longo do mandato, mas que ainda assim, nada foi feito. “A gente já levou lá e disseram que tinha um projeto, que ia fazer, isso foi em 2017 e até agora nada. É um abandono”, explicou

Diante da falta de interesse do poder público municipal, os moradores começaram a realizar uma reforma com recursos próprios ainda em fevereiro deste ano. Parte dos muros que estavam derrubados foram reconstruídos e pintados na tentativa de melhorar a estrutura do espaço e garantir o mínimo de condições para a utilização.

“A situação estava muito pior, a gente se esforçou, angariou fundos na própria comunidade e com a nossa mão-de-obra começou a fazer o pouco que a gente pode, mas que é dever da prefeitura fazer e eles não fazem.”, desabafou Léo.

Uso e aproveitamento da quadra pela população

Mesmo com as condições estruturais precárias, a quadra é empregada regularmente para a realização de atividades esportivas, como por exemplo futsal e basquete. Muitos desportistas de outros bairros da cidade se deslocam até Mirueira para também fazer uso do espaço para as práticas.

Peladas na parte da noite, futsal nas quintas-feiras e basquete com uma regularidade ainda maior, já que a quadra é a única do bairro com equipamento para o esporte, demonstram o intenso envolvimento da comunidade com o espaço.

Até um campeonato de futsal faz parte da história da Quadra D. O evento é realizado desde 2015, geralmente após o período chuvoso e tem Léo como um dos organizadores. “Fazemos uma liga de futsal e recebemos 10 times com jogadores não só de Paulista, mas de várias comunidades de Recife também. Isso movimenta demais a área aqui porque mais gente vem pra assistir e fazer parte”, disse Léo.

Quadra da Mirueira revitalizada = Espaço de lazer e convivência garantido

“Temos um espaço bom em relação ao tamanho, dá para ampliar e fazer um local de convivência para as pessoas também poderem sentar no entorno e viver esse ambiente de lazer de outra forma. Um projeto de revitalização é completamente possível para a quadra, dá pra fazer e a população precisa disso”, apontou o pré candidato a prefeito Fábio Barros.

A qualificação de espaços de esporte e lazer, como a Quadra D do bairro da Mirueira, é uma das ações prioritárias do Plano Municipal de Desenvolvimento (PMD). O conjunto de propostas idealizadas e estruturadas por Fábio, junto com a participação da população de Paulista, tem a garantia da qualidade de vida de todos como norte.

“Se as pessoas já usam e se envolvem tanto com a praça e quadra, mesmo com as péssimas condições que a gente observa aqui, imagine o quão benéfico pode ser um espaço de convivência realmente estruturado e voltado para a ocupação de todo mundo. Esporte e lazer são importantes para a nossa saúde e bem estar e por isso devem ser priorizados”, defendeu Fábio.