Paulista/PE tem três casos confirmados de Coronavírus (Covid-19)

Paulista/PE tem três casos confirmados de Coronavírus (Covid-19)
Última atualização:

Nas últimas 24 horas, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou mais 30 casos de Coronavírus, sendo um óbito, totalizando, agora, 136 casos e 10 mortes por Covid-19. Paulista/PE entra pela primeira vez na lista dos municípios com três casos confirmados de coronavírus.

Dos 30 novos confirmados, 17 são do sexo masculino e 13 do feminino, com idades entre 18 e 93 anos, além de um bebê de 1 mês. A criança, do sexo masculino, apresentou sintomas gripais e foi levada ao Imip na última segunda (30.03). Ela foi encaminhada nesta manhã para o Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), apresentando bom estado de saúde. A mãe do menino não apresenta sintomas e o pai está em isolamento domiciliar.

Os casos confirmados estão distribuídos por 14 municípios (Recife (92), Jaboatão dos Guararapes (08), Olinda (06), Camaragibe (04), Cabo de Santo Agostinho (02), Paulista/PE (03), São Lourenço da Mata (03), Palmares (01), Belo Jardim (01), Caruaru (01), Petrolina (02), Ipubi (01), Aliança (01), Goiana (01), além do Arquipélago de Fernando de Noronha(05) e da ocorrência de pacientes em outros Estados (02) e países (03).

No momento, 45 pacientes estão internados, sendo 19 em UTI/ UCI e 26 em leitos de isolamento. Outros 64 estão em isolamento domiciliar e 17 já se recuperaram da Covid-19. Já o óbito confirmado nas últimas 24h é de uma mulher de 51 anos, residente no Cabo de Santo Agostinho. Ela foi atendida na UPA de Ipojuca no dia 31.03. Chegou a ser entubada, mas não resistiu. A paciente era fumante e já tinha entradas anteriores na UPA por problemas respiratórios.

A SES-PE justificou que o aumento ocorreu, entre outros motivos, pela ampliação em 120% da testagem para o coronavírus, em Pernambuco. Essa medida foi possível devido a parcerias anunciadas nesta semana. Antes, era possível examinar até 770 amostras por semana e, agora, o número subiu para 2.170 testagens por semana, a depender do envio dos kits pelo Ministério da Saúde (MS).

Isolamento social – Para os médicos e especialistas, evitar ou reduzir contato social é uma das medidas mais eficientes para minimizar a circulação do coronavírus. Estratégia eficaz para não deixar o sistema de saúde entrar em colapso. A preocupação é redobrada para idosos e pessoas que tenham a imunidade comprometida. Portanto, fique em casa!