Em Paulista, 16 mil moradores aderem à campanha Por Mais Segurança Pública

Última atualização:

Cerca de 20 bairros da cidade do Paulista (PE) foram percorridos desde o dia 15 de julho de 2017, resultando em um abaixo-assinado com 16 mil assinaturas, de pessoas que pararam, leram o abaixo-assinado e entenderam a causa. O presidente da Câmara dos Vereadores do Paulista, Fábio Barros, e sua equipe observou a grande aceitação da população à Campanha, devido ao sentimento de medo e insegurança nas ruas.

O desrespeito com a Poluição Sonora também foi um dos assuntos mais comentados durante o abaixo-assinado. Outro fator é a falta de um policiamento presente nos bairros, todavia muitas das pessoas céticas que assinaram mostraram acreditar na esperança.

Finalizada a coleta, o vereador Fábio Barros vai entregar o abaixo-assinado ao Governo do Estado e mostrar a necessidade de Paulista ter o 17º Batalhão de Polícia Militar exclusivo no município, com mais de 300 mil habitantes. E que outro Batalhão seja criado para atender os outros municípios do Litoral Norte. “Essa campanha nos mostrou que também devemos atuar em outras frentes, para reforçar a segurança pública, a exemplo do transporte público, iluminação pública e sistema de videomonitoramento numa frequência maior”, disse. Segundo Fábio Barros, Paulista avançou muito em iluminação pública, mas precisa ainda mais.

A próxima campanha será ‘O Janga precisa de ônibus para o centro de Paulista’. “Isso vai ajudar muito a diminuir o risco da vulnerabilidade das pessoas que usam os ônibus e percorrem uma distância grande a pé até suas casas, na ida e na volta, durante o dia ou à noite”, explicou o vereador Fábio Barros.

Opinião do povo de Paulista
“O sentimento é de insegurança, já não me sinto tão seguro como 10 anos atrás. Há menos de uma década as crianças brincavam nas calçadas, jogavam bola na rua e os adultos colocavam as cadeiras na frente de suas casas”, disse um morador do centro de Paulista.

“O transporte de ônibus seguro é importante para que os usuários deixem de andar nas ruas escuras, quando estes (ônibus) não fazem o percurso no seu bairro”, disse o paulistense Gilberto Guedes.

“A questão da violência em Paulista e todas as cidades está em alta. O 17º Batalhão da Polícia Militar (BPM) precisa melhorar. O índice da criminalidade cresce bastante. Concordo com a Campanha Por Mais Segurança Pública, e vejo uma boa estratégia para ajudar o Governo do Estado de Pernambuco a dar a exclusividade ao nosso município”, completou Guedes.

“A iluminação pública, mesmo depois de todo o esforço da Prefeitura do Paulista, o município ainda tem muito a melhorar”, comentou uma cidadã ao apoiar o abaixo-assinado Por Mais Segurança Pública.

“Nós precisamos mais de videomonitoramento nas principais vias e pontos comerciais do nosso município”, comentou outro munícipe ao assinar o abaixo-assinado Por Mais Segurança Pública.